Risotto de Ragu de Ossobuco

Vamos descomplicar esta receita de risotto de ragu de ossobuco que muitos acham que não vão conseguir fazer! Ela é trabalhosa mas não é difícil se você seguir passo a passo. Além disso, toda receita tem seus “truques” para ficar perfeita e quando digo perfeita, quero dizer ao seu gosto!

Abaixo coloco para vocês o passo a passo e o vídeo de como preparar sem dificuldade, seguindo o processo. Além de dicas para deixar perfeito e bem cremoso o seu risotto.

Vamos para a receita!

Risotto de Ragu de Ossobuco

Ingredientes:

  • 2 litros de caldo de legumes (pode usar tablete de caldo em 2 litros de água ou pode fazer seu próprio caldo colocando legumes como vagem, cenoura, cebola, salsão, batata e ramalhete de cheiro verde em 2 litros de água temperado com sal e um fio de azeite. Deixe ferver bastante para o caldo pegar o gosto dos legumes.)
  • 1 dente de alho triturado
  • 1/2 cebola média picada em quadradinhos
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 500g de arroz arborio
  • 150ml de vinho branco seco
  • 2 xícaras de ragu de ossobuco (para receita do ragu clique aqui)
  • 150g de queijo parmesão ralado

Modo de Preparo:

Comece preparando o caldo e deixando em uma das labaredas do fogão fervendo durante todo o processo. Para o caldo você vai colocar 2 litros de água em uma panela junto com pedaços de cenoura, cebola, alho, vagens, salsão, batata e um ramalhete de salsinha e cebolinha. Tempere com sal e um fio de azeite e deixe ferver por uns 15 minutos para pegar gosto. Pode deixar os ingredientes no caldo durante o processo para que fique cada vez mais saboroso. Apenas certifique que na hora de colocar caldo no risotto não está indo pedaços.

Enquanto o caldo ferve, prepare os outros ingredientes que irá utilizar e deixe tudo pronto para na hora que for colocar na receita já estar na mão. Se você for fazer o sabor de ragu de ossobuco, ou algum ingrediente que precisa de preparo antes, como camarão, carne, peixe, faça isso antes de começar e reserve para colocar no momento certo.

Tudo pronto então vamos começar a preparar. Escolha uma panela grande e que seja mais altinha pois o arroz cresce bastante e precisa de espaço para cozinhar direito e uniforme. Coloque a manteiga e o azeite na panela e deixe a manteiga derreter, então acrescente a cebola e o alho e abaixe o fogo um pouco para refogar. A cebola tem que ficar transparente para ir para o próximo passo, porém em questão de sabor se você estiver fazendo um risotto que quer que a cebola ressalte um pouco o sabor, deixe ela dar uma douradinha que fica igualmente maravilhoso.

Tudo refogado a seu gosto, é hora de colocar o arroz. O arroz de risotto você não deve lavar, pois ele precisa atingir uma cremosidade que se você lavar vai retirar parte do amido que vai fazer esta função. Então acrescente o arroz e refogue mais um pouco agora voltando para fogo alto. Em seguida adicione o vinho branco seco, está na hora de começar a misturar e você só vai parar quando o risoto estiver pronto. O vinho tinto também pode ser usado mas sempre tente combinar com carnes vermelhas ou vegetais mais intensos como por exemplo fungui seco, que são uma variedade de cogumelo seco.

Misture o arroz com vinho até ele evaporar, quando estiver quase seco comece então a colocar as conchas de caldo de legumes. Faça de duas em duas e vá misturando sempre. Na hora que estiver secando acrescente mais duas conchas e assim por diante, até o arroz crescer.

Quando o arroz tiver bem inchado, experimente e veja se está al dente. Macio por fora e mais firme por dentro. Se está começando a preparar risotto então experimente o arroz várias vezes para ir vendo a diferença e identificar o ponto certo. Se estiver neste ponto, está na hora de colocar o sabor que você deseja no seu risotto. O meu fiz de ragu de ossobuco, que fica fantástico. Veja a receita do ragu de ossobuco clicando aqui!

Acrescente o sabor que deseja ao arroz, lembrando sempre que ele deve estar cremoso, molhadinho, nunca deixe ele seco pois corre o risco de queimar ou cozinhar errado. Então antes de acrescentar outros ingredientes coloque mais um pouco de caldo se for preciso.

Misture tudo para incorporar bem e dar sabor. Experimente para ver se está bom de tempero. Se estiver faltando sal, aconselho a colocar no caldo, pois ai você consegue controlar e não vai deixar seu risotto salgado.

Continue misturando e adicionando caldo até o arroz ficar macio por completo, porém tome cuidado para ele não ficar muito macio e virar uma plasta, você consegue ver isso conforme vai misturando e os grãos continuam soltos mesmo que bem cremoso.

Para finalizar você vai colocar o queijo ralado. O resultado final tem que ser um risoto macio, cremoso e brilhante. Então mais uma vez antes de colocar o queijo, certifique que o risotto está molhadinho, cremoso e então adicione o queijo. Misture bem e desligue o fogo e tampe a panela.

Seu risotto está pronto para ser servido.

Outra dica importante é que risotto tem que ser feito e servido, senão ele seca e não fica com o resultado que deseja, mesmo que muito gostoso.

Risotto pode ser também um prato de acompanhamento, neste caso tem algumas opções que ficam maravilhosas. O risotto branco que voçê não coloca sabor e só prepara ele com queijo. Fique atento no sal para que ele não fique sonso.

Tem o risoto de açafrão que antes de colocar o queijo você coloca açafrão, fica também delicioso e bem suave para acompanhar uma carne. Tem risotto de limão siciliano que você adiciona caldo de 1/2 limão siciliano para dar um gostinho.

São estas as minhas dicas para fazer risottos maravilhosos! Espero que gostem!

Anúncios

O que achou? Deixe seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.