Saladas de Bacalhau e a História do Bacalhau na Páscoa

Chegou a época do ano em que o bacalhau está em alta e todos preparam um prato ou outro com esta iguaria, se é que podemos chamar assim já que hoje com a diversidade do produto, ficou muito mais acessível. Veja abaixo um pouco da história da chegada do bacalhau ao Brasil e o porque que comemos bacalhau na Páscoa, logo em seguida veja 2 receitas deliciosas de Saladas de Bacalhau e se delicie!!!

O bacalhau aportou no Brasil junto com os primeiros portugueses, mas só com a vinda da família real para cá, em 1808, é que ele foi incorporado aos hábitos alimentares brasileiros. De 1808 até a Segunda Guerra, o bacalhau era um produto relativamente barato (mesmo sendo importado da Noruega) e fazia parte até da dieta da população de menor poder aquisitivo. Pratos à base do peixe eram consumidos  à farta nas sextas-feiras, nos dias santos e nas festas familiares. Mas com a Segunda Guerra veio a escassez de comida na Europa, e o preço do bacalhau foi às alturas, restringindo o consumo popular. O peixe virou artigo de luxo, e passou a freqüentar as mesas brasileiras somente no Natal e na Páscoa, as principais festas cristãs.

Aliás, a religião é o motivo pelo qual o bacalhau se transformou em tradição na Páscoa. Durante a Idade Média, a Igreja Católica obrigava seus fiéis a jejuar e a excluir de suas dietas carnes consideradas quentes. O número de dias de abstinência era grande e não ficava restrito somente à Quaresma, o período de 46 dias entre a Quarta-feira de Cinzas e o Domingo de Páscoa. O consumo do bacalhau, uma carne fria, era incentivado nesses dias de abstinência. Os portugueses, católicos e amantes do bacalhau, eram os maiores consumidores. O hábito do bacalhau nos dias de jejum veio para o Brasil com os portugueses. Ao longo dos anos, porém, o rigor do calendário de jejum católico se perdeu, mas nas datas mais expressivas da religião – Natal (Nascimento de Cristo) e Páscoa (Ressurreição de Cristo) – o hábito de comer bacalhau ainda persiste.

Fonte: http://lazer.hsw.uol.com.br/bacalhau-da-pascoa.htm

 

Salada de Bacalhau com Grão-de-bico

Salada-de-grão-de-bico-com-bacalhau

Ingredientes:
300g de bacalhau
200g de grão-de-bico cozido e escorrido (hoje existe os grão-de-bico já prontos para vender no supermercado)
2 colheres (sopa) de cebola picada
1 tomate sem sementes cortado em cubinhos
1 colher (sopa) de salsinha picada
4 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 colheres (sopa) de suco de limão
10 azeitonas pretas picadas
Pimenta-do-reino

Modo de preparo:
Deixe o bacalhau de molho, na geladeira, por 12 horas, para dessalgar. Troque a água pelo menos 2 vezes. No dia seguinte, cozinhe o bacalhau em água fervente, escorra, elimine pele e espinhas e desfie em lascas. Misture o grão-de-bico com o bacalhau e junte a cebola, o tomate , a salsinha e a azeitona. Tempere com pimenta-do-reino, azeite e limão. Ajuste o sal e leve à geladeira até o momento de servir.

 

Salada de Bacalhau com Pimentões

Salada-de-Bacalhau-da-Noruega-com-pimentões-assados_large

Ingredientes

Bacalhau:

1,2kg de bacalhau após dessalgar e grelhar

50ml de azeite extravirgem

3 dentes de alho

Pimenta do reino moída a gosto

 

Guarnição:

150g de cebola picada

200g de pimentões assados em tiras ou cubos

1 colher de azeite extravirgem

30ml de vinagre de vinho tinto

Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo

Bacalhau: Numa panela, coloque o azeite, a pimenta e o alho. Aqueça em fogo brando, sem deixar queimar o alho. Envolva o bacalhau lascado, sem pele e sem espinhas no preparado. Reserve.

Guarnição: Coloque a cebola e os pimentões para marinar numa mistura de azeite e vinagre durante 30 minutos. Coloque o bacalhau numa travessa, junte a marinada de cebola e pimentões, adicione os temperos e polvilhe com folhas de hortelã.

O que achou?